às 10:38:00

Nutrologia: conheça a especialidade que cuida da sua alimentação

Em um país no qual quase 10% da população passa fome diariamente e outros 60% estão com excesso de peso, falar sobre nutrição e alimentação adequada é um privilégio. Durante a pandemia e devido à crise econômica mundial, alimentar-se de forma correta está muito mais caro, o que, como veremos adiante, impacta negativamente à saúde das pessoas a curto, médio e longo prazo.

É nesta relação direta entre os nutrientes ingeridos a cada refeição e a prevenção, o diagnóstico e o tratamento de doenças que os médicos se especializam quando decidem estudar nutrologia. A partir das diversas pesquisas que já foram feitas e de tantas outras ainda em curso, eles buscam entender as reais necessidades orgânicas que todos nós temos, cada um dentro da sua individualidade.

Cuidar da própria alimentação não é tão simples em um país como Brasil. Mas para quem tem acesso à informação e tempo, este pode ser o meio mais barato de manter-se saudável. Para conhecer a especialidade médica que pode te ensinar mais sobre isso, basta ler este artigo até fim!

Importância da Nutrologia

Com uma meta muito bem estabelecida: a boa nutrição para prevenção e tratamento de doenças, a nutrologia exerce papel fundamental à manutenção da saúde das pessoas. Principalmente, àquelas que foram diagnosticadas com casos agudos e/ou efeitos crônicos de distúrbios alimentares.

Embora de acordo com o senso comum a desnutrição seja relacionada apenas à falta de nutrientes no corpo, na prática, o excesso também é responsável por desencadear este problema. Isso porque ambos causam desequilíbrios metabólicos que comprometem o funcionamento do organismo.

Além disso, o reconhecimento da nutrologia representa um importante passo à conscientização de que estar atento às informações nutricionais dos alimentos é uma das principais formas de promover saúde e bem-estar. Afinal, muitas enfermidades podem ser evitadas com uma alimentação saudável.

Quando procurar ajuda

Em suma, algumas condições de desequilíbrio nutricional somente serão descobertas após a realização de um exame de sangue. Por esse motivo, todos devemos realizar check-ups anuais a fim de verificar se está tudo bem com o nosso organismo. Em exames como este, podem ser detectados: casos de anemia ferropriva, vitamina D, vitamina B12, entre outros nutrientes.

Em contrapartida, existem pré-condições externas e de saúde mental que podem indicar a necessidade de um acompanhamento com nutrólogo. Por exemplo, ao perceber que ganhou ou perdeu uma grande quantia de peso recentemente. Diabéticos e hipertensões também devem manter a alimentação em dia, assim como pessoas com tendência à osteoporose, principalmente, idosos.

Com o auxílio do nutrólogo, que lhe prescreverá escolhas alimentares e intervalos entre as refeições, você aprenderá quais substâncias são benéfica se quais prejudicam o seu organismo. Vale ressaltar que, há uma variedade enorme de formas como um corpo reage a certos alimentos, sendo necessária uma avaliação individual para determinar restrições ou então as quantidades que podem ser ingeridas de forma saudável.

Dia a dia do médico especializado em nutrologia

Seja em hospitais ou em clínicas particulares, o trabalho do nutrólogo é majoritariamente de cunho ambulatorial. Ou seja, sua rotina envolve o atendimento à consultas agendadas, durante as quais se dedica a ouvir os pacientes e suas dores, a fim de realizar o melhor diagnóstico, e a explicar sobre os diferentes papéis desempenhados pelos nutrientes dentro do corpo humano.

A solicitação de exames complementares, como ultrassons e testes de sangue, também concerne ao médico especializado em nutrologia. A partir da identificação de descuidos na alimentação de um paciente, o nutrólogo atestará a gravidade da situação por meio destas análises. Outros exames que são feitos em ambulatório são: dinamometria e TSL, que revelam condições de força, resistência e equilíbrio, por exemplo.

No entanto, há também a possibilidade de trabalhar com pacientes internados por diversas patologias, em Terapia Nutricional Intra-hospitalar. Assim, a principal atividade diária do médico será avaliar a evolução de seus quadros e descobrir melhores formas de suprir suas necessidades nutricionais, tendo em foco sua qualidade de vida.

Por fim, a atuação com atletas não pode ser deixada de lado. Muitas equipes esportivas possuem um quadro profissional interno para manter o bom desempenho de todos os envolvidos desde os treinos, que envolvem atividades de alta intensidade, até às partidas decisivas dos campeonatos.

Perfil de um bom nutrólogo

Boa parte do tempo dos nutrólogos é dedicada à educação alimentar de seus pacientes. Portanto, para ser um bom profissional nesta especialidade, você precisará desenvolver uma escuta ativa e uma fala didática, sabendo adequar o seu vocabulário à compressão de cada uma das pessoas que entrarem em sua sala.

A persuasão também lhe será uma qualidade importante. Pois devido à sua característica paulatina, ou seja, de não haver solução do dia para a noite, é comum os pacientes minimizarem os danos causados por uma má alimentação. Além disso, convencê-los a mudarem seus hábitos de vida evitará a reincidência de problemas já tratados anteriormente.

Caso venha a integrar uma equipe multidisciplinar de terapia nutricional, o médico dessa especialidade também precisará desenvolver um bom senso de interdependência entre suas funções. E, em suma, ser uma pessoa flexível para manter-se aberto à novas descobertas científicas será igualmente importante para sua construção como profissional.

Toda cura começa pela boca

Pessoas leigas, como eu e, talvez, como você também por enquanto, não sabem quão ampla é a função dos nutrientes dentro de seus organismos. Ainda mais com a velocidade em que vivemos, muitas vezes sequer sabemos o que estamos de fato consumindo em um lanche feito às pressas.

Todavia, cada substância tem um efeito, inclusive, no genoma humano, que é a área de estudo da subespecialdiade Nutrogenômica. Há, claro, muitas outras subespecializações para quem é apaixonado por nutrição e por saber que o cuidado com as refeições e com o comportamento alimentar está diretamente relacionado à promoção da saúde.

Se você se identificou com esta causa e quer fazer da nutrologia a sua vocação, baixe o nosso Manual da Carreira Médica. Com este material em mãos, você estará preparado às etapas que vem após graduação em Medicina.


Fonte: