às 13:26:00

Boas Práticas: colaboradores da Univaço confeccionam face shields para alunos e professores

Trabalho em equipe, amor e dedicação fazem a diferença

Passamos grande parte das nossas vidas no trabalho, e embora o serviço seja uma fonte de renda, para algumas pessoas ele significa mais, é paixão e dedicação constante. Por isso a Univaço valoriza e agradece a equipe de colaboradores que confeccionaram quase mil máscaras protetoras faciais – face shields – para alunos e professores voltarem às atividades práticas em segurança.  

A iniciativa partiu da técnica dos Laboratórios Multidisciplinares II e III Nilza Gonçalves da Silva, após saber que a faculdade não encontrava no mercado, Equipamentos de Segurança Individual (EPI) para comprar neste período de pandemia da Covid-19. Essa proteção para o rosto bloqueia secreções de espirros e tosse, por exemplo, deixando o profissional de saúde ainda mais protegido durante o seu atendimento, mas, na maioria das vezes, elas causam desconforto no profissional.  

Sabendo disso, Nilza se atentou a esse detalhe e cuidou para que os materiais da confecção fossem confortáveis. “Sei que tem face shields que incomodam muito, chegam a machucar. Por isso busquei um material macio para que os nossos alunos e professores consigam usá-las por muito tempo e sem dor”, acrescenta Nilza.

Trabalho em equipe 

Nilza descobriu seu talento e paixão pela prática de atividades manuais lúdicas trabalhando com crianças na igreja onde frequenta. Assim como ela, os colaboradores Kássio Cristovam Firmino e Francislene de Souza também, desenvolvem voluntariamente trabalhos artesanais na faculdade, como a produção de painéis para campanhas como o “Setembro Amarelo”, chás de bebê, aniversários, entre outras comemorações.  

Juntos eles formam uma rede de solidariedade por toda a Instituição que contagia outros colaboradores na realização das ações. 

 A produção das face shields, por exemplo, teve a cooperação da Dárlate Araújo de Sena Teixeira, Michelle Andrade Ferreira, Polliany Cristina Gomes Lage, Juliana Borges de Almeida, Miriam Rezende Ferreira, Damaris Paula Martins da Silva e Denise Cristiana da Silva.  

Segundo a colaboradora da Biblioteca Francislene de Souza, é gostoso desenvolver e participar de atividades diferentes da rotina de trabalho. “Isso estimula a nossa criatividade e para quem gosta então como eu, é maravilhoso! Sou apaixonada por artesanato e pelo meu serviço, são dois universos completamente diferentes, mas que me complementam. É satisfatório poder ajudar nossos colegas e a Instituição. ”  

Para o Diretor Administrativo Financeiro Marcelo Campara, ações voluntárias acrescentam conhecimento, experiência e fazem da Univaço uma instituição mais sólida. “Não é de hoje que sabemos que a faculdade tem colaboradores talentosos, proativos e criativos. Dedicados fazem mais do que lhes são solicitados e fazem com carinho e amor. O desenvolvimento de atividades fora do campo de atuação habitual nos faz conhecer melhor cada colaborador e descobrir seus talentos fora da Instituição. Fico muito feliz e agradecido com isso, pois, nos dá forças para nos reinventarmos e seguir buscando novos objetivos, ainda mais no momento complicado que estamos vivendo. Sou grato a todos por mais esta contribuição para a faculdade”, finaliza Marcelo.  


Fonte: