às 14:46:00

Projeto da Univaço capacita crianças e adolescentes para emergências

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (Sobrac), 50% dos casos de parada cardiorrespiratória são presenciados por uma criança ou adolescente sem a presença de um adulto. Estes dados somados ao fato de que sete em cada dez paradas cardíacas ocorrem fora do ambiente hospitalar, na residência, vias públicas ou em lugares de grande concentração de pessoas, criam um cenário bastante grave, mas que ainda pode ser minimizado a partir do conhecimento básico de primeiros socorros. Pensando nisso, há um ano a Univaço iniciou o Projeto de Extensão – Vida de Criança que proporciona a capacitação em primeiros socorros para a população em geral, e também, o público infanto-juvenil, para agir em situações de emergência.

Durante todo o ano letivo, alunos da Univaço visitam instituições públicas de Ipatinga levando informação, conscientização e técnicas corretas de procedimentos, como reanimação cardiopulmonar (RCP), sufocação, afogamento, intoxicação exógena, prevenção de quedas e atitudes durante quadro convulsivo. Os temas abordados capacitam diferentes públicos como babás, cuidadores, professores, pais e avós que passam a ter mais segurança e conhecimento numa eventual necessidade. Também orienta crianças e adolescentes sobre como socorrer uma pessoa que estiver passando mal, quando não houver um adulto por perto.

“Esse projeto é muito importante, pois além do contato para telefone da emergência, as crianças aprendem a avaliar a reação das pessoas no momento do mal súbito, como fazer compressões torácicas caso tenham parado de respirar, entre outros cuidados, até a chegada do socorro”, ressalta a professora e coordenadora do projeto, Dra. Catarina Amorim. Ela conta ainda que os alunos são treinados para instruir pessoas de forma correta e eficaz, pois em situações de emergências, a falta de conhecimento acarreta em inúmeros problemas, como estado de pânico, manipulação incorreta da vítima ou solicitação tardia do socorro.

Ação na LBV

Uma das instituições que recebe o projeto é a Legião da Boa Vontade, em Ipatinga. Por meio de palestras e atividades práticas e lúdicas, alunos e funcionários da LBV em dois turnos de funcionamento da entidade foram treinados para lidarem em situações de emergências. Ao final, todos os participantes receberam um boton com os dizeres de "Eu Ajudo Salvar Vidas" e um pirulito como forma de agradecimento e reconhecimento pela participação.

Ação no Parque Ipanema

Em agosto, integrantes do Projeto, da Liga de Pediatria e Neonatologia e as professoras Catarina Amorim e Márcia Elena Andrade realizaram no Parque Ipanema a I Semana Mundial de Amamentação da Univaço. Além de dicas e orientações sobre a importância da amamentação, os alunos ensinaram aos visitantes do Parque técnicas de primeiros socorros. Os alunos Maria Luísa Leal Chaves e Pedro Henrique Menezes Ribeiro, que participaram da ação, falaram sobre a importância do Projeto Vida de Criança.

Durante a ação, Maria Luísa abordou técnicas básicas de reanimação cardíaca, além de reforçar os números telefônicos dos serviços de emergência.Nosso objetivo é mostrar às crianças, adolescentes e ao público em geral, que os princípios de primeiros socorros podem ajudar muitas famílias a salvar vidas”, afirmou. Já Pedro Henrique alertou sobre cuidados com bebês em caso de engasgo. “É importante, na hora de uma emergência, a pessoa ter noção do que fazer. Isso contribui muito com a sobrevida da vítima. ”

Palhaçoterapia

Além de ensinar técnicas de primeiros socorros, o Projeto tem outro braço que leva conscientização e alegria aos leitos pediátricos do Hospital Municipal de Ipatinga. Trata-se da “Palhaçoterapia” atividade lúdica que visa amenizar as dificuldades de crianças e adolescentes no ambiente hospitalar.

Galeria de fotos.


Fonte: